Métodos de Preparo: Cafés por Infusão

Métodos de preparo: Por infusão

Você já sabe que existem muitas maneiras diferentes de se preparar um bom café. Mas será que conhece a história de cada uma delas? Passando por métodos e equipamentos que foram uma verdadeira inovação tecnológica, o Blog u.Coffee oferece a todos uma série de posts sobre métodos de preparo, contando suas histórias e ensinando a melhor forma de utilizá-los.

Para iniciar nossa jornada, falamos sobre o método de preparo mais tradicional: o Coado. Mostramos que até mesmo utilizando a mesma lógica de filtragem, é possível fazer cafés com sabores e características diferentes. O segundo post é sobre:

CAFÉS POR INFUSÃO

Você sabia que alguns métodos de preparo deixam o pó submerso em água por um tempo antes de extrair o café? Assim como na Clever, que a gente apresentou no post sobre Cafés Coados, esse tipo de preparo confere à bebida sabores e características bastante diferenciadas.

Hoje, vocês vão aprender mais sobre os métodos de infusão!

FRENCH PRESS

(Prensa Francesa)

Feita em vidro e metal, a prensa francesa tem uma história curiosa: Embora seus primeiros registros históricos (e French Pressseu nome) apontem para o ano de 1852, na França, o modelo mais semelhante ao atual é de patente italiana, tendo sido desenvolvido pelo designer Attillio Calimani em 1929.

Passando por algumas mudanças ao longo dos anos, a French Press chegou àquilo que conhecemos hoje: uma bela peça cilíndrica de vidro com um êmbolo no meio e um filtro de malha metálica. Trata-se de um clássico dispositivo de imersão: a água quente, quase ao ponto de fervura, é misturada ao pó, que fica submerso por aproximadamente 4 minutos.

Depois desse momento de infusão, o êmbolo deve ser lentamente pressionado. Com isso, o pó se separa da bebida rica sabor e corpo. É importante ter em mente que uma French Press não usa um filtro tradicional de papel; sendo assim, para garantir uma bebida sem resíduos, o ideal é utilizar uma moagem mais grossa!

Alguns especialistas afirmam que este modo de preparo é o que mais valoriza as características naturais do grão. Isso ocorre porque a malha fina de metal permite a passagem de óleos naturais, diferentemente dos filtros de papel. Além disso, o tempo de infusão também influencia na quantidade de cafeína.

Verdade seja dita, o café de uma prensa francesa é simplesmente inesquecível.

COMO FAZER:

Primeiramente, escalde a prensa com água filtrada quente para pré-aquecer o recipiente. Em seguida, descarte a água.

Insira o café moído e ajuste para o pó ficar de altura uniforme dentro da cafeteira. Recomendamos 10 gramas de café (2 colheres de sobremesa) para cada 180 ml de água.

Coloque a água quente na prensa francesa (um ponto antes de ferver, de 90° a 96°C). Certifique-se de molhar todo o café moído.

Coloque a tampa na prensa francesa, com o êmbolo para cima e deixe o café ficar em infusão por 4 minutos.

Empurre o êmbolo para baixo levemente até que ele atinja o fundo, prensando todo o pó do café para parar a infusão. Está pronto! Sirva e saboreie o seu café.

Dicas preciosas:

– O correto é uma moagem de grau médio para grosso, pois o pó fino impede a passagem da água.

– Atenção com a temperatura da água. Quando as bolinhas de ar no fundo da chaleira começarem a subir, a água está pronta para ser utilizada.

– Evite deixar o café na prensa por muito tempo depois de pronto, pois o contato com o pó prensado tornará a bebida amarga.

TURCO

Café TurcoTombado pela UNESCO como patrimônio cultural imaterial da Turquia, esse método de preparo é bastante único. Não se trata apenas de um método de infusão: o café turco não é coado. Isso resulta numa bebida espessa e, segundo alguns aficionados por café, num paraíso capaz de fazer outras bebidas parecerem intragáveis.

Tradicional, o café turco é preparado dessa forma desde a chegada do grão no país, no século 16. Um aspecto interessante é que essa bebida é associada à cafeomancia: arte de ler o futuro nas borras do café deixado na xícara de quem bebeu. Quem sabe nós não explicamos melhor isso em um outro post?

O café deve ser moído em moinho de latão até ficar muito fino (impalpável, na textura de açúcar de confeiteiro). A bebida é preparada numa espécie de panelinha estreita com um cabo comprido e feita de cobre; seu nome é cezve, mas também é conhecida pelo nome grego ibrik.

É importante ter em mente que o processo de preparo do café turco já ferve a água misturada ao pó de café. Isso confere à bebida um sabor encorpado, perfumado e doce. A adição de especiarias como cardamomo ou canela também dão à bebida um sabor único. Ela costuma ser servida com cubos de açúcar ou sofisticadas sobremesas turcas.

COMO FAZER:

Primeiramente, adicione pó extra-fino e açúcar a gosto ao cezve/ibrik; também é o momento de adicionar especiarias moídas.

Coloque a água (cerca de 50 ml por xícara), e misture bem;

Em seguida, leve ao fogo baixo até levantar fervura; o café deve ser fervido mais duas vezes, tendo-se o cuidado de afastar o cezve do fogo entre as fervuras.

Antes de servir o café, é importante retirar a espuma formada. Sirva sem filtrar.

Uma dica para fazer com que o pó desça mais rápido ao fundo é adicionar uma colher de água fria.

SOFT BREW

A Itália é, como bem sabemos, famosa por sua ligação com o café. Afinal, é responsável por inúmeras contribuições Soft Brewque revolucionaram a forma de preparar e tomar nossa bebida favorita! E uma dessas contribuições, novidade no mundo cafeeiro, é a Soft Brew!

Trata-se de uma cafeteira que, criada pelo designer George Sowden, tem como objetivo uma infusão mais “suave” (como seu nome). Como “suave”, podemos entender que, diferentemente de outros métodos de preparo, o café não é forçado, pressionado ou queimado; na verdade, basta colocar o pó dentro da peça metálica com filtro de mesmo material, adicionar água quente e esperar.

É um preparo que, semelhante ao processo de chá, garante a extração do “gosto natural do café” (segundo seu criador). Embora a experiência com esse café seja extremamente satisfatório, não é um café para quem gosta de bebidas mais fortes. Sua suavidade pode ser sentida com clareza na xícara, sendo uma característica bem marcante.

É importante ter em mente que, nesse método, é você quem está no controle: isso significa que deve estar atento à temperatura da água e à extração para evitar que o café amargue. A peça é originalmente de porcelana, mas também é produzida em plástico vermelho, amarelo ou verde.

COMO FAZER:

Primeiramente, encaixe o filtro dentro da cafeteira Soft Brew;

Coloque uma colher de pó de café por xícara;

Adicione água quente;

Aguarde 4-8 minutos e sirva.

PRESSCA

Depois de passar por alguns lugares do mundo, nada melhor do que parar na nossa terra, não é? Sim, temos uma cafeteira genuinamente brasileira e seu nome é Pressca! Prática de design inovador, essa cafeteira dá um novo olhar ao nosso café.

Pressca

De acordo com o criador, Gerson Amaro, a ideia da Pressca surgiu das inúmeras viagens que já fez pelo Brasil; cansado de cafés “requentados” ou de baixa qualidade nas estradas, ele quis algo que permitisse tomar para si a responsabilidade de fazer seu café quando e onde quisesse.

A verdade é que a Pressca é mais que uma cafeteira: fácil de transportar, o produto de 20cm de altura serve para fazer também outras bebidas de infusão, como o chá. Permite qualquer moagem, aceleração de filtragem e alteração no tempo de infusão, garantindo uma experiência diferente a cada preparo. Montada com duas partes principais (corpo e êmbolo), é bastante resistente, rebatendo a fragilidade reconhecida por Gerson na French Press. 

Sem utilizar filtros de papel, a bebida feita nessa cafeteira mantém todas as propriedades do café, propiciando um. Ela é fácil de limpar e conserva a bebida quente por mais tempo, além de estar disponível em várias cores! Vale a pena testar essa peça que, sem dúvidas, tem potencial para ser a queridinha dos amantes de café.

COMO FAZER:

Primeiramente, adicione ao corpo da Pressca 12g do café de sua preferência; vale qualquer moagem!

Coloque um pouco de água quente e faça a pré-infusão, molhando o café;

Em seguida, preencha o restante do corpo (cerca de 350 ml) com água quente, misturando-a com o pó;

Tampe o corpo com o êmbolo e deixe o café em infusão por 2 a 4 minutos;

Deixando a tampa semi-aberta para permitir a filtragem, comece a empurrar o êmbolo para baixo SEM FAZER PRESSÃO; caso encontre resistência, suba um pouco o êmbolo e volte a descer com delicadeza.

Empurre o máximo possível; é normal que o êmbolo não se encaixe perfeitamente, já que a borra do café o mantém elevado.

Então, é só servir ou tomar diretamente da Pressca!

Agora que você conhece todos esses métodos de infusão, o que acha de testar e contar pra gente o que achou? Na semana que vem, mostraremos para vocês os métodos de preparo que usam pressão!

O que você achou desse post?
  • Ótimo (1)
  • Útil (1)
  • Poderia ter mais informações (2)

Você também pode gostar desses posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *