Máquina de espresso: saiba escolher a sua e quais são as melhores

Tipos de Máquinas de Espresso

Seja no café da manhã ou durante a pausa da tarde, tomar um café é parte do dia a dia de boa parte dos brasileiros. Para ajudá-lo a tornar estes momentos ainda mais prazerosos, já falamos sobre métodos de fazer café para iniciantes, agora vamos juntar tecnologia, praticidade e sabor. Mas, na correria do dia a dia, a máquina de café espresso veio para ficar. E as cápsulas de café têm se tornado as queridinhos nas residências e empresas.

Vamos entender um pouco sobre cada tipo de máquina de café espresso e sobre o sistema de cápsulas?

Como funciona a máquina de espresso?

A invenção de Luigi Bezzera só se tornou o que é hoje a partir de 1969. Antes disso, modelos pouco práticos e responsáveis por um café de qualidade baixa estiveram no mercado. A pressão, tão necessária na produção da famosa bebida, só foi introduzida em 1946! Ainda bem que, hoje em dia, as máquinas evoluíram e atendem todas as demandas.

Toda máquina de café espresso, seja doméstica ou profissional, tem um funcionamento semelhante. Sim, o seu espresso feito em casa não difere muito do que você pode comprar em qualquer cafeteria! Compostas pelos mesmos itens e produzindo espressos de qualidade, a maior diferença entre elas está no tamanho da máquina.

Toda máquina de espresso possui:

Filtro:

Filtra a água antes que ela entre na máquina, eliminando sabores indesejáveis.

Manômetro:

É utilizado para verificar a pressão da caldeira e da água, que deve ficar entre 8,5 e 9 atmosferas para um café saboroso.

Bomba elétrica:

É responsável por colocar alta pressão na água filtrada, que é dividida em duas; uma enche a caldeira e outra serve para fazer o café.

Caldeira de cobre:

Assim que a máquina é ligada, parte da caldeira é preenchida até determinado nível com água, deixando espaço para o vapor. A água é aquecida  a 90 ºC com uma resistência elétrica e termostatos regulam a temperatura do vapor, que deve se manter próxima a 119 ºC.

Grupo de extração:

É o compartimento removível em que se coloca o pó de café moído e pressionado e por onde passa a água sob pressão, que gera o espresso. Uma máquina pode ter de um a quatro grupos de extração

Máquinas mais elaboradas, em especial as profissionais, podem apresentar também um aquecedor de xícaras e tubos de água e vapor. O aquecedor mantém a louça aquecida para que ela não esfrie o café. O tubo de água é uma saída para de obter água quente para bebidas como chá. Por fim, o tubo de vapor extrai vapor diretamente da caldeira e é utilizado para borbulhar o leite, fazendo a espuma do capuccino.

Basicamente, a água passa pela caldeira, onde é fervida. Em seguida, tubos direcionam ela à bomba elétrica, que “empurra” a água pelo café com a pressão de no mínimo 1,2 bar. É essa pressão que, forte como vem, consegue retirar todo o sabor e o aroma do café, sendo responsável ainda pela famosa e indispensável crema.

Tipos de Máquina de Café Espresso

Se o café é a segunda bebida mais ingerida mundialmente, o espresso vem para garantir uma experiência ainda mais forte e encorpada. As cafeteiras espresso têm se modernizado cada vez mais e sua funcionalidade contribui para o interesse por essas máquinas. Mas como funciona cada modelo?

Máquina de Café Espresso Manual ou Semiautomática

A cafeteira espresso manual é uma boa opção para quem é conhecedor de café e também dessas máquinas. Afinal, elas requerem cuidados específicos com a moagem e dosagem do café. Uma máquina de café espresso semiautomática não se difere muito da manual, trata-se de um meio termo entre o preparo automático e o manual.

Algumas funções das cafeteiras semiautomáticas também podem ser reguláveis, como pressão, tempo de preparo e temperatura. Apesar da semiautomática ainda exigir a medição e a compactação do café moído, a grande diferença entre ela e uma máquina de café espresso manual é que a primeira possui uma programação específica para uma certa quantidade de café – uma ou duas xícaras, normalmente.

Máquina de Café Espresso Automática e Super-automática

Autonomia e rapidez. As cafeteiras espresso automáticas e superautomáticas são muito utilizadas em estabelecimentos comerciais. Mesmo que a qualidade da bebida fique um pouco vulnerável, essas cafeteiras possuem um moinho eficiente e de fácil funcionamento.

Nesses modelos, características como volume de água e a pressão em que esta é submetida são pré-definidos. As máquinas de café espresso super-automáticas são bem potentes, e costumam ter os valores mais elevados do mercado.

Máquinas de Café Espresso em Cápsulas

Imagine fazer um café espresso rapidamente, sem a necessidade de desenvolver habilidades especiais para isso. As máquinas de café espresso em cápsulas proporcionam praticidade e qualidade.

Uma cafeteira de cápsulas funciona a partir da pressão, como os outros modelos, mas não exige um moedor de café, por exemplo. Não é preciso se preocupar com a dosagem certa do café, ou mesmo com a sujeira do pó após o espresso pronto. Tanto a medida certa, quanto a pressão e temperatura da água são automáticas.

5 Melhores Modelos

Agora que você já sabe mais sobre as máquinas de café espresso, que tal conhecer alguns dos melhores modelos para você? Mas, antes de comprar a sua, tenha em mente algumas dicas indispensáveis:

  • Espaço: confira as dimensões dos modelos antes de escolher o seu, definindo também o local onde vai colocar. Algumas marcas apresentam cabos de alimentação pequenos, o que limita o posicionamento da máquina.
  • Preço: não deixe de estudar os preços do café antes de adquirir cafeteiras, em especial as de cápsulas. algumas dessas, embora tenham preços acessíveis, pedem cápsulas mais caras que podem não compensar.
  • Formas de preparo: um café espresso pode ter “formatos” ristretto, espresso e lungo. Ristretto é um café mais forte e encorpado, e lungo é mais leve.
  • Limpeza: evite receitas caseiras, pois elas podem afetar peças da máquina. Siga sempre as instruções dos fabricantes e, caso use cápsulas, faça o descarte adequado das usadas.

Vamos para os modelos?

1 – PHILIPS SAECO LirikaPHILIPS SAECO Lirika

A SAECO Lirika, da Philco, é uma cafeteira automática robusta, com capacidade para 2,5l de água e 500g de café. É perfeita para um fluxo constante de preparo de cafés pois, além de preparar até 15 cafés de maneira ágil e contínua, ela dispensa a necessidade de repor material e limpar a cada preparo. A cafeteira é ajustável, permitindo o preparo de cafés longos e curtos, além de bebidas mais elaboradas. Possui um vaporizador que fornece água quente e calor e um moinho ajustável e fácil de limpar.

Preço: a partir de R$2870,00

MONDIAL C-082 – MONDIAL C-08

A semiautomática C-08, da Mondial, funciona com sachês, café moído e em pó. Sua pressão é de 15 bars, extraindo cafés encorpados e aromáticos. O modelo acompanha colher de medidas e tamper, para garantir a quantidade ideal de pó e a extração perfeita. O vaporizador presente garante cremosidade e espuma e as bocas preparam dois espressos simultaneamente.

Preço: a partir de R$299,99

 

3 – PHILCO Coffee ExpressPHILCO Coffee Express

Também semiautomática, a Coffee Express da Philco é capaz de preparar até duas xícaras por vez. Para esta função, a máquina tem dois tamanhos de filtros: um menor, para uma só xícara, e um maior para duas. O modelo possui bico vaporizador, que garante cremosidade para outros tipos de bebidas e, com 15 bars, sua extração é perfeita. O reservatório tem capacidade para 1600 ml, o que permite preparar vários espressos sem necessidade de reposição.

Preço: a partir de R$365,66

ARNO NESCAFÉ DOLCE GUSTO Genio 24 – ARNO NESCAFÉ DOLCE GUSTO Genio 2

A Dolce Gusto é uma cafeteira em cápsulas fácil de usar e perfeita para extrair espressos saborosos e encorpados. O reservatório, com capacidade para 1l, possibilita a extração de vários cafés sem necessidade de reposição. A máquina possibilita o preparo de bebidas quentes e frias, e empresa também produz bebidas com leite e chá . O modelo tem design arrojado e recursos automatizados, mas o ajuste de alavancas deixa a desejar, podendo quebrar com facilidade.

Preço: a partir de R$367,90

5 – NESPRESSO InissiaNESPRESSO Inissia

Cafeteira da marca pioneira em cápsulas de espresso, o modelo é compacto e tem pressão de 19 bar. Possui um reservatório de 700ml de água, o que permite a produção de cerca de 15 espressos aromáticos e encorpados. É o modelo perfeito para quem busca uma boa variedade de cafés, pois além dos mais de 20 sabores produzidos pela própria Nespresso, ainda existem inúmeras marcas de cápsulas compatíveis. Não é uma máquina 100% automatizada, já que o preparo é condicionado ao acionamento de uma alavanca.

Preço: a partir de R$237,41

Sistema de Cápsulas

As cápsulas tornaram-se muito populares nos últimos anos. São recipientes de plásticos tampados por um selo de folha de alumínio, contendo a quantidade certa de café moído para uma xícara. Com preço acessível, as cápsulas ocupam pouco espaço e sempre são compatíveis com determinada máquina de café espresso.

O preparo de um café espresso de cápsula é simples. Basta colocar água no recipiente, encaixar a cápsula no compartimento próprio e abaixar a tampa. Cerca de 30 segundos depois, o espresso estará pronto.

Existe um clube de café em cápsulas que envia mensalmente para a sua casa as melhores cápsulas compatíveis Nespresso do Brasil. Cada mês, um novo sabor para apreciar! O uCoffee Clube Cápsulas garante variedade e qualidade no conforto da sua casa, e o melhor: sem pesar no seu bolso.

Não existem dúvidas sobre a praticidade das cápsulas, mas qual delas é a melhor? Antes de escolher a sua, conheça e compare conosco as principais máquinas de café em cápsula do mercado. Até a próxima!

O que você achou desse post?
  • Ótimo (3)
  • Útil (0)
  • Poderia ter mais informações (0)

Você também pode gostar desses posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *