Café turco: aprenda a prepará-lo, sua história e benefícios

Café Turco

O universo dos cafés especiais sempre surpreende, seja com métodos diferenciados ou com novos sabores e experiências. Mas  algumas formas de preparar nossa bebida favorita se perpetuaram pelo mundo, realizadas a centenas de anos.

É o caso do café turco, patrimônio da Humanidade e bem imaterial tombado pela UNESCO. A bebida, feita a partir de um método de infusão, é completamente diferente de qualquer outra. Isso porque, para esta receita, não se deve filtrar o café!

Mas como assim? Continue conosco para aprender mais sobre a história e a melhor forma de fazer um café turco em casa.

A história do café turco

Embora o início da história do café esteja na Etiópia e no Iêmen, não há qualquer dúvida do papel do Oriente Médio para a disseminação mundial do grão e da bebida. A Turquia, em especial, se destaca quando o assunto é história e tradição. Para falar sobre o café turco, um dos métodos de preparo mais antigos do mundo, olharemos para muito tempo atrás; mais especificamente, para os séculos XV e XVI.

Nesse momento da história, nossa bebida favorita era um item de extrema importância cultural para toda a população; tão grande, que foi criada uma lei que garantia à mulher o direito do divórcio caso seu marido não lhe fornecesse uma quantidade diária de café!

A paixão começou logo que os grãos de café chegaram à Constantinopla (antiga Istambul), apresentados no sultanato de Suleiman, o Magnífico. Rapidamente a bebida se tornou predileta no palácio, e foi criada uma nova função dentro da corte: cafezeiro-chefe (“kahvecibasi”), responsável pelo café do sultão. Ao assumir esse papel, a pessoa deveria não apenas fazer um delicioso café, mas também ser capaz de guardar segredos como um homem de confiança. Não por acaso, muitos kahvecibasi se tornaram “Grão Vizir”, isto é, primeiros-ministros do sultão.

Mais tarde na história, após o surgimento das primeiras casas de café, tomar uma xícara da bebida se tornou sinônimo de encontros entre amigos e familiares, que se reuniam em casas especializadas, residências ou até praças para apreciar o delicioso café. A realização desse tipo de encontro era tão comum que preocupou o então sultão Osman II; afinal, uma pessoa insatisfeita com o governo poderia se utilizar dessas reuniões para incitar ódio nos súditos e, com isso, aflorar uma rebelião.

Com esse receio, o sultão ordenou que fosse declarada a proibição de consumo de qualquer coisa que fosse queimada até a cor do carvão. Naquela época, o café era torrado em placas de metal que tornavam os grãos bem escuros. A população, para fugir da sanção declarada pela figura de autoridade máxima no islã, o Sheik ul islam, passou a realizar então uma torra mais clara. Ainda hoje, as torras mantém o mesmo padrão: Cinamon para a mais clara e Double Roasted para a mais escura.

Café Turco e Manjar O que é o Café Turco?

Não restam dúvidas sobre a importância e influência do café na cultura turca, mas a grande verdade é que a bebida se tornou famosa no país (e em todo o Oriente Médio) por sua intensidade e forma de preparo e de servir.

O café turco se caracteriza por ser uma bebida espessa, resultado da infusão de grãos moídos a nível extra-fino – é chamado café pulverizado. A grande diferença desse método para os demais é que a água é fervida com o café, que, por sua vez, não é filtrado.

A adição de especiarias como cardamomo, canela e anis estrelada também marca presença no preparo da bebida turca, garantindo sabor e aroma marcantes. O resultado disso tudo é um sabor adocicado acompanhado de corpo intenso.

Para prepará-lo, é necessário ter em mãos um cezve (ou ibrik, nome grego); trata-se de uma panelinha de latão ou cobre com cabo comprido. A moagem também pede materiais específicos, mas você pode optar por um ou outro: o primeiro é um moedor de café cilíndrico de bronze; o segundo, o conjunto de almofariz e pilão.

Quais são os seus benefícios?

Se você é daqueles que não conseguem começar o dia sem uma xícara de café forte, o café turco pode ser um grande companheiro, e o melhor: sem prejudicar a sua saúde. Isso é porque seu método de preparo, que mantém o café em infusão, proporciona alto teor de cafeína, além de um sabor robusto.

Seu consumo pode diminuir inflamações, reduzir risco de doenças crônicas e cardíacas e, além disso, aumentam os níveis de energia! E não é novidade que o café, de um modo geral, está associado ao aumento da expectativa de vida e a menores riscos de cânceres, depressão e doenças neurodegenerativas. Os efeitos benéficos do café turco podem ser atribuídos à presença de ácido clorogênico e de especiarias, em especial o cardamomo.

Como preparar um café turco?

Cezve e Café TurcoAgora que você já sabe a história e os benefícios da bebida, dá pra entender melhor o porquê de todo o ritual que a envolve representar uma tradição profundamente marcada na cultura do país. E, caso você pretenda visitar a Turquia, não deixe de visitar uma casa de café; apreciar um café turco e, de quebra, vivenciar a arte da cafeomancia (leitura da borra do café) pode ser uma experiência sem igual.

Mas, se você não pretende ir tão longe (por enquanto), pode seguir os passos dos ancestrais e preparar em casa essa preciosidade turca! Para começar, você vai precisar de um cezve, de café moído à textura de açúcar de confeiteiro (impalpável) e açúcar e especiarias (caso queira).

Para garantir uma experiência superior de degustação, vale ressaltar que o recomendado é o uso de cafés de torra média e alta qualidade como cafés especiais, por exemplo. O café tradicional, comprado no supermercado, não deve ser utilizado para esse preparo; ele apresenta torras excessivamente escuras e moagem mais grossa do que o necessário.

  1. Para começar, coloque a água mineral ou filtrada no recipiente. Calcule cerca de 50 ml por xícara.
  2. É o momento de adicionar, caso seja vontade, o açúcar e as especiarias. Recomenda-se o uso de cardamomo, canela e anis estrelada.
  3. Coloque o cezve para ferver e, quando a água entrar em ebulição, retire do fogo. Note no vapor o aroma das especiarias.
  4. É o momento de adicionar o café. Coloque uma colher pequena de pó pulverizado por xícara. Mexa um pouco para que todo o pó esteja imerso.
  5. Agora, você deve deixar que a mistura levante fervura por três vezes distintas. Deixe o cezve descansar entre elas até que a espuma baixe.
  6. Ao fim da terceira ebulição, deixe o recipiente descansar para que o pó se deposite no fundo. Uma dica é utilizar uma colher de água fria para otimizar o processo.
  7. Sirva o café turco em xícaras pequenas. Não mexa a bebida antes de degustar; isso perturba a sedimentação do pó e torna o café arenoso.

Na hora de servir…

  • Fique atento à xícara e ao pires; inicialmente, a bebida deve ser servida com muito cuidado, a uma pequena altura e com movimento circular controlado. Levantando a cafeteira mais um pouco, você auxilia o pó a assentar no fundo e esfria a bebida.Servindo um café turco
  • Ter essas superfícies bem limpas é essencial para o ritual de degustação do café turco; uma xícara suja ou borrada não deve ser servida. Cada xícara é espumosa e extremamente aromática.
  • É comum servir o café com um copo d’água, utilizado para preparar a boca para o sabor da bebida. Outro acompanhamento interessante são cubos de açúcar ou sofisticadas sobremesas, como manjares turcos. Esses doces tem uma ótima harmonização!
  • Por fim, caso você tenha a possibilidade de viver uma experiência completa com seu café turco, não deixe de virar sua xícara de cabeça para baixo. É isso mesmo! Essa ação, que tem como objetivo remover o excesso de pó depositado no fundo da xícara, prepara o recipiente para a cafeomancia. Então, se você quiser saber a sua sorte, não deixe de seguir o ritual. 🙂

Depois de tanta história e tradição, deu até vontade de provar esse cafezinho, né? Se você quer aprender mais e se tornar cada vez mais experiente nesse universo mágico, baixe nosso Guia Completo para Iniciantes no Mundo dos Cafés Especiais!

O que você achou desse post?
  • Ótimo (1)
  • Útil (0)
  • Poderia ter mais informações (0)

Você também pode gostar desses posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *