Inove: café como ingrediente de drinques e coquetéis!

Drinques com Café

Imagine chegar a uma festa e ser servido com um drinque ou coquetel de sabor surpreendente e conhecido: o de um excelente café especial. Sim, cada vez mais badalado nas cafeterias e entre coffee lovers, o fruto cafeinado chegou, também, à coquetelaria ou mixologia. E representa uma carta na manga para inovar nas festas de fim de ano, pois há receitas deliciosas com café! Com ou sem bebidas alcoólicas, em apresentações de encher os olhos e que podem, inclusive, funcionar como um destaque na decoração da mesa de Natal ou dar uma animada extra aos convivas na virada do ano.

“O affogato, por exemplo, é um clássico”, diz Deiverson Migliatti, fundador da Rede Sterna Café, de São Paulo. Trata-se do coquetel que leva sorvete de creme, café e chantilly entre os ingredientes. “O café é uma bebida que combina com quase tudo. Em nosso cardápio, há drinques com tônica, laranja, limão, frutas vermelhas e até caipirinha de café”, descreve o especialista.

Mil e um sabores

Migliatti usa o café da casa, rico em notas de caramelo e mel, um ingrediente que harmoniza com diversos sabores e receitas. E lembra existe um bom exercício para conhecer o drinque que mais combina com paladares do anfitrião e dos convidados: abusar da criatividade e da imaginação. “Para criar nosso menu, me inspirei nos cafés que tomei pelo mundo. Exemplo vem da Colômbia, país em que é tradição misturar café com o sabor cítrico da laranja.” Na cafeteria, ele reconhece que oferecer degustações é necessário; assim, o público se acostuma à ideia de misturar a bebida tradicional a outros sabores. E lembra que, a partir daí, a receptividade é imediata. “Soa estranho misturar tônica com café ou até mesmo laranja. Mas, após a degustação, a pessoa se adapta ao novo e começa a consumir”.

Como se vê nos menus das cafeterias e dos bares, o céu é o limite para a criação de receitas. Tanto que os drinques com café vêm ganhando capítulo especial na cultura coffee lovers. “Essa onda vem acontecendo em diversos países. O start para criar o Sterna ocorreu na Coréia do Sul, onde há até lei pra limitar a quantidade de cafeterias, por que são várias espalhadas pelas cidades. E essa paixão toda vem se espalhando. Prova o movimento em torno da bebida. Nas cafeterias e mesmo em casa, o consumidor já está percebendo a qualidade dos grãos especiais. Assim como ocorreu com o universo do vinho na virada do século e, mais recentemente, com as cervejas artesanais: o café especial é o objeto de um mercado e uma cultura em franca expansão”.

Para criar nosso menu, me inspirei nos cafés que tomei pelo mundo. Exemplo vem da Colômbia, país em que é tradição misturar café com o sabor cítrico laranja.”

Deiverson Migliatti, fundador da Rede Sterna Café, de São Paulo

Mixologia

Um dos mixologistas mais atuantes do país, Filipe Brasil é entusiasta na mistura de café a outros ingredientes na coquetelaria. E explica o porquê: “O café de qualidade como ingrediente para coquetelaria é um importante aliado. Primeiro por que combina com quase tudo. E, ainda, por ter sabor bastante característico e que, geralmente, fica em evidência na mistura. Até por isso, o equilíbrio é fundamental no preparo”, explica.

O melhor caminho para chegar à harmonia desejada, explica, é a realização de testes. “Para criar drinques com café, ou com qualquer ingrediente, temos que testar a combinação imaginada, sempre buscando a harmonia. Importante lembrar ainda que o café tem um sabor bastante característico e, geralmente, ficará em evidência na receita”.

Filipe Brasil

Importante lembrar ainda que o café tem um sabor bastante característico e, geralmente, ficará em evidência na receita”.

Filipe Brasil, bartender e mixologista

Proprietário da Engarrafados.com e das marcas Loops e Rocktails Consultorias e Eventos, Filipe atua na arte da mixologia desde 2004. A profissão, caracterizada pela criação de drinques, não havia sequer entrado em voga na gastronomia. Começou no TGI Friday´s, se especializou em vários cursos e treinamentos (inclusive no exterior); hoje, presta assessoria em todo o país. “Acabei me especializando e me tornando um bartender mixologista profissional. Hoje, ministro aulas em faculdades, treinamentos e palestras sobre coquetéis, excelência em atendimento e sobre administração de bares, boates e restaurantes. Além de fazer eventos corporativos, festas e casamentos.”

Apresentação convidativa

No balcão de bares, cafeterias ou festas, o bartender lembra: a curiosidade leva o público a conhecer novas propostas. “As pessoas são receptivas a novidades e a misturas inusitadas, desde que o drinque seja bem apresentado. Afinal, uma ideia tem que ser interessante para gerar interesse”, lembra.  

E avisa que um bom caminho para oferecer drinques com café, inclusive nas festas de fim de ano, é apostar em receitas já consagradas, caso do irish coffee, coquetel que leva Jameson, creme e café (veja a receita abaixo).

Novas experiências

Juiz convidado da competição Coffee and Good Spirits, realizada na última Semana Internacional do Café, experiência que o mixologista define como engrandecedora, ele acredita que a terceira onda do café só está crescendo. “Conheci mais sobre café, pessoas importantes do meio, de vários países diferentes e áreas diferentes”, conta. E conclui: “Essa aproximação entre produtor e consumidor é fantástica. Hoje, vivemos em um mundo que comporta essa abordagem mais gourmet não só no café, mas na cerveja, no vinho, nos queijos…”.

Em casa e em empresas, o especialista vislumbra um caminho sem volta. “Essa mudança de comportamento está vindo cada vez mais rápido e, empresas que não estiverem antenadas com esse novo cenário e em dia com as demandas do público, correm o risco de ficar pra trás”.

A seguir, conheça algumas receitas de drinques com café e experimente criar bebidas festivas para as comemorações de fim de ano. Todas têm preparo fácil e potencial para surpreender os convidados. Saúde!  

Irish coffee (o mais famoso clássico com café) – Filipe Brasil

Numa xícara ou footed mug, sirva 50ml de café quente, adoce com açúcar demerara ou mascavo, coloque 20ml de Jameson e cubra com creme batido ou espuma de leite.

Expresso Martini – Filipe Brasil

Primeiramente, bata na coqueteleira 30ml de vodca e 50ml de café espresso adoçado levemente. Sirva numa taça martini pré-resfriada. Se quiser, pode substituir a vodka tradicional pela de baunilha. O resultado é um drinque mais gostoso ainda.

Affogato

 

Affogato – Rede Sterna Café

Em uma taça dry martini, coloque uma bola de sorvete de creme, despeje uma xícara de café espresso ainda quente e decore com uma flor de chantilly. Sirva imediatamente.

 

Filipe Brasil – Crédito: Engarrafados.com/reprodução

Drinques: Affogato – Crédito: Sterna Café/divulgação

O que você achou desse post?
  • Ótimo (0)
  • Útil (0)
  • Poderia ter mais informações (0)

Você também pode gostar desses posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *